logo CBG
Categoria: Ginástica
você está em: noticias /

Brasil mostra seus novos talentos no Campeonato Pan-Americano Juvenil de Ginástica Rítmica

04/06/2024

Graças ao apoio e visão da CBG e do COB, ginastas brasileiras cumpriram preparação de alto nível

Brasil mostra seus novos talentos no Campeonato Pan-Americano Juvenil de Ginástica Rítmica

Começa nesta quarta-feira, na Cidade da Guatemala, o Campeonato Pan-Americano de Ginástica Rítmica. A programação se inicia com as disputas da categoria juvenil, no ginásio Teodoro Palacios Flores. No primeiro dia, estão programadas as qualificatórias dos aparelhos arco e bola no individual, além de disputas no conjunto. Na sexta-feira, dia em que teremos as primeiras finais individuais do juvenil (arco e bola), além de uma das finais dos conjuntos, terão início as qualificatórias da categoria adulta (arco e bola).

Márcia Aversani, Coordenadora do Comitê Técnico de Ginástica Rítmica da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), atribui grande importância à competição juvenil, por variados motivos. Afinal de contas, o Pan da Guatemala é classificatório para a segunda edição dos Jogos Pan-Americanos Júnior, a ser realizada em julho de 2025, em Assunção.

Para se ter uma ideia do grau de importância atribuído pela CBG ao Pan da Guatemala, cabe lembrar que a Seleção Brasileira Juvenil de Conjunto iniciou no final do mês de fevereiro a sua preparação, no Centro Nacional de Treinamento de GR, em Aracaju. As seletivas para formação da equipe foram realizadas em dezembro do ano passado.

“Graças ao apoio da CBG e da Área de Desenvolvimento do Comitê Olímpico do Brasil, pudemos planejar e colocar em execução um período de preparação primorosa. Todo esse suporte tornou possível que replicássemos, na categoria juvenil, o modelo de preparação da categoria adulta, de comprovado sucesso”, explica Márcia Aversani.

Cabe lembrar que as temporadas de preparação da Seleção Brasileira Juvenil no CT da capital sergipana, os chamados “Estágios de Treinamento”, são realizados desde 2021. A treinadora da Seleção Brasileira Juvenil de Conjunto, Juliana Coradine, dá uma dimensão da importância desse investimento.

“Com a vinda precoce das ginastas, conseguimos desenvolver mais cedo várias habilidades que, caso não houvesse essa visão, seriam trabalhadas somente na categoria adulta. Além disso, esse modelo torna possível lapidar aquilo que já é feito nos clubes. Nossas atletas logo passam também a compreender o que significa pertencer à Seleção Brasileira. Adaptam-se a viver em grupo, acostumam-se à vida de atleta, o que significa deixar o convívio familiar por certos períodos. Quando chegarem à categoria adulta, certamente estarão mais acostumadas a essas dinâmicas. Não tenho dúvida ao afirmar, diante de tudo isso, que proporcionar oportunidades desse quilate às mais jovens é de grande importância quando pensamos no futuro da Seleção adulta”, assinala a especialista.

As ginastas da Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica Individual passaram por caminhos similares. Parte do processo foi realizado com auxílio da tecnologia, com seletivas virtuais, ou seja: as ginastas exibiram suas rotinas coreográficas em seus clubes, com a transmissão das imagens em tempo real.

“Os resultados desse investimento na categoria juvenil estão aí para demonstrar que estamos no caminho certo”, conclui Márcia Aversani.

Quando se fala em resultados da categoria juvenil, é impossível esquecer a segunda edição do Mundial Juvenil de Ginástica Rítmica, realizada em Cluj-Napoca, na Romênia, em julho do ano passado. Na final da série simples (cinco cordas), o Brasil obteve a sexta colocação, ao som de “Live and let die”, composição de Paul McCartney. Marca registrada da Seleção Brasileira Adulta, a parte artística também foi notável naquela competição. A segunda melhor nota artística coube ao Brasil, naquela ocasião.

As integrantes daquela equipe foram Isadora Beduschi, Maria Paula Caminha, Ana Luiza Franceschi, Laura Gamboa, Yumi Rodrigues e Lavínia Silvério.

E não custa nada também recordar a grande campanha na edição inaugural dos Jogos Pan-Americanos Júnior, realizada em Cáli, na Colômbia, a partir de novembro de 2021. Maria Eduarda Alexandre amealhou nada menos do que o ouro no individual geral e também nos aparelhos bola e maças. No arco, ficou com a prata. Não menos importante, a medalha dourada do individual geral deu à brasileira a vaga para os Jogos Pan-Americanos de Santiago (2023). Isadora de Oliveira ficou com a prata na fita, e obteve bronze na bola e nas maças. Já o conjunto brasileiro ficou com a prata no geral e nas 5 bolas, e se consagrou com o ouro nas 5 fitas. 

Torneio para atletas de 13 anos. Faz parte da programação do Pan da Guatemala a disputa de um torneio para atletas de 13 anos, o que faz parte de um esforço para o desenvolvimento de jovens ginastas.

Campeonato Pan-Americano Juvenil e Adulto de Ginástica Rítmica

Período: 5 a 9 de junho de 2024

Ginástica Rítmica Juvenil

Individual (Torneio para ginastas com 13 anos de idade)

Atletas: Anna Julia Carvalho e Beatriz Vieira

Treinadoras: Maria Oliveira Mayara Ehlke

Individual

Atletas: Fernanda Alvaz, Gabriela Cunha, Sarah Mourão e Stefhany Popoatzki

Treinadoras: Fabiana Rubini, Gilmara Lira, Maria Inês Salles e Margarete Sffnauer

Conjunto Juvenil

Atletas: Alice Medeiros, Andriely Cichovicz, Clara Vaz, Júlia Cruz, Luíza Ocampos e Giovanna Parra

Treinadoras: Juliana Coradine

 

compartilhe:

Publicado pela Plataforma SGE da Bigmidia - Gestão Esportiva com Tecnologia

A Plataforma SGE é um Sistema de Gestão Esportiva desenvolvido para Confederações e Federações Esportivas. Saiba tudo sobre o funcionamento de um sistema de gestão esportiva e conheça melhor o SGE!

CENTRO DE
EXCELÊNCIA
LOTERIAS CAIXA

logo_caixa

Encontre um
centro de excelência
em seu estado.

“Os CELCs proporcionam de forma democrática a inclusão social por meio da prática da ginástica, além de outros princípios como fomento da modalidade, capacitação de profissionais, massificação esportiva e descoberta de novos talentos”

Henrique Motta
Diretor Esportivo da CBG

PATROCINADOR MASTER

caixa

PATROCINADOR OFICIAL

vivoneutroxpiracanjuba

PARCEIROS OFICIAIS

estácionew on

APOIADORES GOVERNAMENTAIS

leiincentivoAutoridade Brasileira de Controle de DopagemMinistério do Esporte - Governo Federal

APOIADORES

comitê olimpico do Brasilcomitê brasileiro de clubes

FORNECEDOR ESPORTIVO

Nakal

Copyright 2022
Confederação Brasileira de Ginástica.
Todos os direitos reservados.

Telefone: (79) 3211-1206
Atendimento: Seg a Sex, 08h às 18h.

Av. Dr. Edelzio Vieira de Melo, 419
Suissa, Aracaju - SE, 49050-240

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa nova política de privacidade.